O cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin, comentou sobre as mudanças que a rede enfrentará com a atualização The Merge. De acordo com ele, a capacidade de processamento aumentará para 100 mil transações por segundo.

Até então, a Ethereum consegue processar somente 15 a 20 transações por segundo. A atualização aumentará a escalabilidade da rede, com a inserção do protocolo de prova de participação (proof of stake).

Vitalik Buterin falou sobre a Ethereum durante a conferência da comunidade que aconteceu recentemente na França. Ele disse que a blockchain terá várias atualizações além da The Merge.

vitalik buterin

Reprodução: Site Forbes

O cofundador da rede falou também sobre essa atualização, que deveria ser chamada de fusão. Prevista para setembro de 2022, a rede principal da Ethereum será fundida com a rede de testes Ropsten, onde o mecanismo de prova de participação já foi incorporado.

Vitalik ainda comentou sobre o quanto a rede Ethereum já se desenvolveu. Para os defensores do bitcoin, a plataforma está 80% completa. No entanto, o cofundador da Ethereum disse que os apoiadores da rede apontam para 40% apenas.

Sendo assim, com a atualização The Merge esse número aumentará para 55%. Os próximos passos da plataforma incluem acelerar o processamento de dados, simplificando os mecanismos de validação de informações.

Após a The Merge, a Ethereum terá uma atualização chamada “purge”, onde Vitalik afirma que o protocolo da rede Ethereum será totalmente simplificado. Ou seja, nessa atualização, o histórico de dados deixará de ser armazenado pelos validadores da rede, o que reduzirá a capacidade de armazenamento de dados exigida pelo processo de validação de nós.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.