Vai investir em criptomoedas? Tenha esses aspectos em mente

Vai investir em criptomoedas? Tenha esses aspectos em mente

Criptomoedas estão se consolidando como uma classe de ativos de investimento que guarda algumas diferenças em relação a mercado tradicionais, conheça algumas delas

Vai investir em criptomoedas? Tenha esses aspectos em mente

Por Redação

As criptomoedas estão se consolidando como uma classe de ativos para investimento. No entanto, embora tenham características de mercados de commodities, guardam muitas diferenças com as classes de ativos ditas tradicionais. Por isso, para quem vai investir em criptomoedas, é importante considerar aspectos regulatórios, de volatilidade e segurança, por exemplo.

Veja esses 12 aspectos inerentes às criptomoedas para quem quer investir nelas:

Os regulamentos de crypto ainda não estão totalmente definidos

Os EUA estão liderando a implementação de diretrizes regulatórias para criptomoedas, com o objetivo de proteger os consumidores. Em todo o mundo, os países adotam suas próprias políticas reguladoras internas, mas as decisões de agentes globais como os EUA ajudam a estabelecer alguns padrões.

Diversifique seus investimentos

A volatilidade ainda é uma característica dos mercados de ativos digitais criptomoedas. Por isso, é preciso considerar esse aspecto ao definir o percentual a ser alocado a essa classe de ativos de investimento. Especialistas recomendam destinar de 2% a 5% do seu portfólio em crypto, mas isso varia de acordo com a aversão a risco e prazo de investimento.

Alta e constante volatilidade

Tenha em mente que o mercado de criptomoedas é imprevisível, com valores que flutuam rápido e constantemente. Assim, ainda é difícil utilizar essas moedas para qualquer tipo de gasto, embora já existam soluções de empresas que permitam isso. Além disso, ainda não é possível pagar um salário em bitcoin, por exemplo, porque além da volatilidade, regulamentos locais normalmente não permitem isso.

Atenção para evitar golpes

Como as criptomoedas são totalmente digitais e não possuem um depósito central, é possível perder todo o saldo da conta se medidas adequadas não forem tomadas. Por exemplo, uma pane no computador sem um backup poderia destruir um estoque de criptomoedas. É importante ressaltar que quase 100% das vezes que isso ocorre, é um descuido do detentor e não uma fragilidade da blockchain de determinada criptomoeda. Nos mais de dez anos de existência, a blockchain do bitcoin nunca foi comprometida.

Importante também saber que toda a negociação de crypto é amplamente desregulada, o que significa, porém, que não há proteções regulatórias disponíveis. Por isso, é fundamental pesquisar muito e escolher uma plataforma regulamentada para realizar suas transações.


Stablecoins ou Bitcoin?

A diferença entre as moedas estáveis, conhecidas como stablecoins, e o bitcoin, é que elas ​​são emitidas por exchanges ou outros emissores e têm a opção de serem lastreadas em dinheiro fiduciário, como o dólar, na proporção de 1:1. Elas pode ser ainda lastreadas em outros ativos, como o diamante e ouro.

Cuidado com as especulações

As criptomoedas são uma classe de ativos como outra qualquer, sujeitas a altas e quedas. Além disso, cada criptomoeda tem um propósito e uma vocação diferentes. Por isso, pesquisa bem sobre uma criptomoeda antes de escolher ela como um ativo de investimento. E fuja dos hypes e das bolhas de valorização. Portanto, é necessário tomar as medidas razoáveis, pois isso resultará em experiência, e a experiência resultará em melhor tomada de decisão.

+Leia também:
– Aprenda como investir em criptomoedas por meio de fundos de investimento
Mineração de criptomoedas: vale à pena investir nisso?
Qual é a fatia que o investidor deve aplicar em criptomoedas?

Criptomoedas são o dinheiro do futuro

Se a Internet, nascida em 1994, nos trouxe aonde estamos hoje, imagine o que esse código simples chamado Bitcoin poderia fazer pelo comércio global. Por isso, muitos acreditam que as moedas digitais e a blockchain são o futuro das finanças, e seu uso em breve se tornará tão onipresente quanto o e-mail. Um sinal de que isso já está prestes acontecer são os anúncios do Facebook, que lançou a Libra e do JPMorgan, que criou sua própria stablecoin para uso em pagamentos e acordos internacionais, permitindo transações mais rápidas e de baixo custo. 

OTCs para grandes investimentos

Para comprar valores superiores a US$ 20.000 em crypto, é mais vantajoso recorrer a plataformas de OTC em vez de exchanges padrão. Um investimento dessa monta em uma exchange custará de 5% a 9% para o investidor. Desse modo, a compra em OTC fornece ao investidor um maior controle de seus custos. 

Cuidado com as promoções para investir em criptomoedas

Tenha sempre cuidado com promoções que parecem boas demais para serem verdade. Geralmente, realmente não são. A falsa promessa pode acontecer porque algumas exchanges podem cobrar comissões enormes ou dificultar a retirada dos fundos depois de depositar o dinheiro.


Compre e armazene com segurança

Umas das dicas fundamentais para quem vai começar a investir em criptomoedas é: saiba como comprar e armazenar com segurança e conheça o estágio em que o ciclo de adoção essa tecnologia está atualmente. A falsificação de registros contábeis é quase impossível ou a um custo tão grande que o torna inviável. Os problemas de segurança que surgiram nesse meio foram sobre a tecnologia existente que não estava adequadamente protegida e isolada.

Investir em criptomoedas é estratégia de hedge

As criptomoedas são ideais como ativos de diversificação. Além disso, não guardam correlação com mercados tradicionais de juros e ações. Assim, em uma grande crise de liquidez internacional, eles estariam protegidos das oscilações que seriam comuns nos mercados tradicionais.

Criptomoedas superam outros ativos

Historicamente, as criptomoedas têm superado os níveis de retorno de outros ativos. Um investimento de US$ 450 mil em bitcoin há cinco anos valeria US$ 10 milhões atualmente. Investidores devem sempre olhar o longo prazo nesse mercado.

Diante dessas dicas, é importante dizer que a Transfero Swiss fornece serviço de custódia  de criptoativos. Dessa forma, o investidor pode deixar nas mãos de uma empresa de credibilidade a guarda de seus ativos digitais. Além disso, a empresa tem alternativas de alocação de ativos digitais buscando superar o mercado. Conheça os produtos da empresa.