Executivos de traders tradicionais acreditam que grandes empresas de seu segmento de atuação estariam interessadas operar com criptomoedas, especialmente com o bitcoin (BTC), aponta uma pesquisa da plataforma de inteligência Acuiti publicada pelo Cointelegraph. Segundo o documento, foram lançadas cerca de 100 plataformas para a negociação de criptoativos voltadas para clientes institucionais.

A pesquisa mostra uma maior adoção de ativos digitais entre os prestadores de serviços do lado da venda (26%) do que as pelos tradings tradicionais (17%). No entanto, nesse caso, as taxas de adoção são limitadas à CME ou à Bakkt.

O relatório também aponta aumento que todas as empresas de trading crypto avaliadas no relatório perceberam aumento no interesse em derivativos de bitcoin. Cerca de 57% das empresas de trading tradicionais negociaram bitcoin, enquanto 29% negociavam derivativos ethereum (ETH).

+Leia também: Panorama Transfero #24 | Halving movimenta o mercado

Uma das conclusões da pesquisa é que, embora o XRP esteja sendo classificado como o oitavo ativo digital mais popular, o par XRP/USD ficou em quinto lugar no ranking do par de criptomoedas preferido pelos clientes institucionais. Suas três principais considerações principais sob o ativo são liquidez, volatilidade e oportunidades de arbitragem.

trading tradicionais
Traders tradicionais preocupados com reputação em relação às criptomoedas

Uma das maiores preocupações entre todas as instituições pesquisadas, incluindo as que ainda esperam negociar ativos digitais, como criptomoedas, foram as vulnerabilidades de segurança das exchanges e os temores sobre hackers.

Outra preocupação detalhada no relatório é o medo de danos à reputação, razão pela qual muitas instituições não desejam oferecer ativos digitais em seu portfólio.

Embora a pesquisa ainda acredite que as taxas de adoção permaneçam baixas, o futuro parece brilhante em termos de adoção. 97% das empresas de trading tradicionais estão considerando negociar ativos digitais nos próximos dois anos.