O mercado cripto acompanha de perto a ascensão da stablecoin UST. Recentemente, o projeto criado pelo protocolo Terra (LUNA), ultrapassou a BUSD (stablecoin da Binance) em volume de negociação.

Atualmente, a UST é a terceira maior stablecoin do mercado cripto em volume de negociação. Depois de atingir mais de US$ 17,5 bilhões em transações, a UST só fica atrás do Tether (USDT) e da USDC vinculado a Circle.

Considerada a maior stablecoin do mercado cripto em volume de negociação, a USDT registrou quase US$ 83 bilhões em transações no último mês.

Enquanto isso, em segundo lugar no ranking está a USDC, que teve um volume de US$ 50 bilhões em negociações. Ou seja, a UST precisa aumentar seu volume de negociações em 200% para alcançar a USDC.

Lançada em 2020, a UST viu seu volume de negociação aumentar em 15% no último mês. Enquanto isso, a BUSD registrou um volume de US$17,46 bilhões no mesmo período.

Bitcoin impulsiona crescimento da stablecoin

A stablecoin UST foi criada pelo protocolo Terra, que faz parte da Fundação Luna. Recentemente, a plataforma anunciou que deseja comprar US$ 10 bilhões em bitcoins.

De acordo com a proposta, o criptoativo será utilizado como forma de liquidez para transações na plataforma. Com o projeto de aquisição de bitcoins acontecendo, até agora a Fundação Luna comprou mais de 40 mil unidades da moeda digital.

Essa aquisição pode ter fortalecido a TerraUST, que possui um protocolo descentralizado voltado para stablecoins no mercado. Portanto, com o volume recorde de negociações no fechamento mensal, atualmente a stablecoin da Terra é avaliada em mais de US$ 17 bilhões no mercado cripto.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.