Walmart e Terra: fique de olho nessas novas stablecoins

Walmart e Terra: fique de olho nessas novas stablecoins

Duas novas stablecoins estão chegando para movimentar ainda mais o mundo das criptomoedas: a moeda do Walmart e a da Terra

Walmart e Terra: fique de olho nessas novas stablecoins

Por Redação

Duas novas stablecoins estão chegando para movimentar ainda mais o mundo das criptomoedas. Uma stablecoin virá do gigante do varejo Walmart, que recentemente solicitou uma patente para uma criptomoeda. A proposta é semelhante à libra, token anunciado pelo Facebook. A outra é do marketplace Terra.

O Walmart divulgou que o ativo terá o conceito de moeda digital “vinculada a uma moeda comum”. Ou seja, uma stablecoin. Além disso, ideia é que a moeda possa ajudar a fornecer financiamento para aqueles com acesso limitado a serviços bancários. Essa é, por sinal, uma das principais reivindicações feitas pelo Facebook para a libra.

“Usando uma moeda digital, famílias de baixa renda que acham o banco caro podem ter uma maneira alternativa de lidar com a renda de uma instituição que pode suprir a maioria de suas necessidades financeiras e de produtos do dia-a-dia”, afirma o Walmart.

Além da stablecoin do Walmart: Terra

Outra nova stablecoin para ficar de olho é a criada pela Terra, incorporadora de Cingapura e Coreia do Sul. A companhia assinou com uma grande plataforma B2B coreana para sua aliança de marketplaces online. De acordo com a mídia local, a Terra concordou em trabalhar com o Sinsang Market, uma empresa que vincula fornecedores do mercado de moda de Dongdaemun de Seul a clientes da Coreia e de outras partes do mundo.

Os dois desenvolverão um sistema de pagamentos para oferecer recursos de ponta a ponta para transações de atacado, incluindo pagamentos, liquidação e entrega. Ele utilizará o CHAI, uma plataforma de pagamentos móveis da Coreia do Sul alimentada pela blockchain da Terra.

plataforma de pagamentos móveis
O mercado de moda de Dongdaemun é um dos maiores mercados atacadistas do mundo, com um faturamento estimado em US$ 12 bilhões. No entanto, atualmente permanece fragmentado e relativamente pouco desenvolvido em termos de serviços de logística e pagamento.

A esperança, com isso, é conectar as muitas pequenas empresas que operam lá de forma mais eficiente com seus mercados-alvo. Segundo outros relatos da imprensa local, o Sinsang Market trabalha com 18.000 atacadistas que transportam 28 milhões de produtos.

Uma das principais estratégias da Terra é criar uma aliança de sites de comércio eletrônico e operar como uma plataforma de pagamento para eles. A moeda também pode ser oferecida como incentivo para quem faz compras nesses sites. Desse modo, a Terra já possui aproximadamente 25 desses relacionamentos.

Acompanhe os próximos capítulos dessas novas stablecoins e veja como elas vão se comportar no ecossistema de criptomoedas.