A real identidade do criador do bitcoin é um dos maiores enigmas do mercado crypto. Ninguém sabe, ao certo, se Satoshi Nakamoto é um pseudônimo ou o nome real de quem imaginou toda a revolução por trás das criptomoedas, nem se ele é uma única pessoa ou uma organização. 

Sua última manifestação online aconteceu há pouco mais de dez anos, em 21 de abril de 2011. Desde então, circulam várias teorias sobre quem é e onde estaria Satoshi Nakamoto. A única coisa que se tem certeza é que a identidade por trás do personagem tem, hoje, muito dinheiro, decorrente da incrível valorização do bitcoin

Quem é Satoshi Nakamoto?

Satoshi Nakamoto é o nome (ou pseudônimo) do autor do documento “A Peer-to-Peer Electronic Cash System”, whitepaper que foi a base para o desenvolvimento do bitcoin. Ninguém tem certeza se ele é uma única pessoa ou um grupo de especialistas em criptografia. Na verdade, existe muita especulação em torno do tema, sem confirmação das informações. 

Há, inclusive, quem já tenha reivindicado a identidade e até um homônimo, que negou ser o criador do bitcoin. Porém, há dez anos Satoshi Nakamoto fez sua última postagem no fórum BitcoinTalk, dizendo que se dedicaria a outros projetos e, desde então, desapareceu. O e-mail que utilizava para trocar mensagens com a comunidade (o mesmo impresso no whitepaper) nunca mais foi usado.

Um fato curioso é que, antes de desaparecer, Satoshi Nakamoto removeu seu nome dos direitos autorais do software e deixou o código para todos os “desenvolvedores do bitcoin”.

7 suspeitos de serem o verdadeiro Satoshi Nakamoto

1. Dorian Nakamoto

O verdadeiro nome de Dorian Nakamoto é, de fato, Dorian Satoshi Nakamoto. De origem japonesa, ele se mudou para os EUA para ser programador do governo, mas sempre negou ser o criador do bitcoin.

2. Hall Finey

Hall Finey, falecido em 2014, também trabalhou como programador e foi o destinatário da primeira transação em bitcoin. Porém, também negou ser o criador da criptomoeda. 

3. Nick Szabo

O criador dos contratos inteligentes que deram origem à blockchain 2.0 e do bit gold, um conceito de moeda digital antecessora ao bitcoin, também é apontado como o verdadeiro Satoshi Nakamoto. Além das suas inovações, as razões da suspeita são a sua linguagem escrita, bastante similar à das postagens do criador do bitcoin, e o fato de ter divulgado em seu blog, em 2008, que criaria uma versão mais funcional do bit gold. Poucos meses depois, o bitcoin foi lançado.

4. Craig Steven Wright

Ao contrário dos demais, o cientista da computação e criador do Bitcoin Cash Craig Steven Wright afirma ser o verdadeiro Satoshi, embora nunca tenha apresentado uma prova concreta disso.

5. Wei Dai

O engenheiro da computação que criou o sistema b-money e a biblioteca criptográfica Crypto ++, Wei Dai, também é uma das teorias não confirmadas.

6. Adam Back

Responsável por inventar um sistema anti-spam que exige prova de trabalho, o hashcash, Adam Back utiliza termos gramáticos similares a Satoshi Nakamoto, incluindo o espaço duplo após a vírgula. Vale observar que o hashcash foi a base para o algoritmo de PoW utilizado para a confirmação de transações no sistema bitcoin, para evitar o problema com gastos duplos. No entanto, ele nega a identidade. 

7. Um grupo ou organização

Essa é uma das principais teorias, reforçada pelo fato de que o whitepaper do bitcoin e a própria programação do sistema são bastante sofisticados para terem sido produzidos por uma única pessoa. Já sugeriram que Satoshi Nakamoto poderia ser uma organização, um governo ou até mesmo uma agência de inteligência. 

Satoshi Nakamoto é um bilionário

Apesar de tanto mistério envolvendo a sua identidade, é possível saber que, quem quer que seja Satoshi Nakamoto, é uma pessoa (ou grupo) que detém grande riqueza. Ele ainda possui bitcoins minerados a partir do bloco génese, informação confirmada pelo rastreio de suas chaves públicas. 

Como ele não gastou um único bitcoin desde 2009, a estimativa é de que possua em torno de 1 milhão de BTC. De qualquer forma, ao que tudo indica, a real identidade de Satoshi Nakamoto permanecerá desconhecida.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Custódia de criptoativos pode ser feita com gestão profissional