O Brasil experimenta um aumento da adoção de criptoativos até para o pagamento de impostos. De acordo com um projeto de lei, a cidade de São Paulo pode aceitar moedas digitais como forma de pagamento para o IPTU.

A proposta legislativa foi apresentada pelo vereador Marlon Lu (MDB). Se aprovada, a cidade será a segunda capital brasileira a adotar criptoativos para o pagamento de impostos.

O Projeto de Lei 01-00344/2022 visa integrar os avanços tecnológicos do setor cripto com o poder público. Além de dinheiro, os cidadãos poderão utilizar criptoativos para quitar o imposto relacionado a imóveis e terrenos.

Criptoativos para pagar impostos

A iniciativa diz que São Paulo é considerado o polo econômico do país, e por isso deve aceitar a nova modalidade de pagamento de tributos. O texto diz ainda que o Poder público precisa se adaptar diante da inovação tecnológica que os criptoativos representam.

“Tendo em vista o crescimento de criptoativos ao redor do mundo, se faz necessário que o Poder Público se adapte para receber os novos avanços das tecnologias. São Paulo é o polo econômico da cidade do Brasil e por isso se faz necessário que o cidadão paulistano tenha a possibilidade de pagar seus tributos de qualquer forma que esteja disponível no mercado hoje.”

Embora não tenha sido aprovado, o Projeto de Lei 01-00344/2022 pode transformar São Paulo em mais uma capital que aceita moedas digitais como forma de pagamento.

Depois de ser votado entre os vereadores, a proposta legislativa deve seguir para sanção do prefeito, Ricardo Nunes. Enquanto isso, o Rio de Janeiro se prepara para testar a nova modalidade de pagamento.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.