Retorno com bitcoin independe da cotação da criptomoeda

Retorno com bitcoin independe da cotação da criptomoeda

Traders podem obter retorno com bitcoin com diferentes estratégias, independente da cotação do ativo; conheça algumas das principais estratégias utilizadas pelo mercado

Retorno com bitcoin independe da cotação da criptomoeda

Por Redação

O bitcoin e as altcoins caminham para ser cada vez mais uma classe de ativos para diversificação dos investimentos. A afirmação parece óbvia num momento em que o mercado crypto vive um bull market. Mas obter retorno com o bitcoin definitivamente não depende da cotação da criptomoeda. Existem diferentes estratégias nas quais é possível obter retornos importantes e utilizar o bitcoin para formação e diversificação de patrimônio.

De forma geral, existem três tipos de macro estratégias no mercado e podemos aplicá-las também ao bitcoin e às altcoins. A mais conhecida é a especulação. Nessa modalidade de operação há a aposta em um movimento de mercado por meio da compra ou venda de um ativo que corresponda à sua estratégia. O exemplo mais simples seria a compra de um ativo esperando que ele vá subir de preço. Uma vez que subir, você realiza o lucro.

O segundo tipo de operação é o hedge, muito usado por empresas de crypto. Em outras palavras, para se proteger da volatilidade em alguma obrigação contraída em criptomoedas, o operador lança mão da compra do próprio ativo ou de algum instrumento financeiro para protegê-lo, como um contrato futuro. Embora não exista um mercado oficial de futuros ainda, algumas corretoras permitem o seu uso, como a BitMEX. E por último, a arbitragem, pela qual é possível identificar oportunidades de lucro por meio da diferença de preços entre as criptomoedas.

Especulação com bitcoin  pode ser feita de diversas maneiras

Dentro da especulação, existem diversas estratégias. As análises técnica e estatística permitem, por exemplo, a identificação de padrões de um certo par de ativo e, dessa forma, pode-se obter ganhos.

Uma das estratégias especulativas utilizadas pela mesa é a identificação do fim de ciclos de alta ou baixa por meio de indicadores técnicos. Ao perceber o esgotamento de uma determinada tendência, o trader pode operar no sentido contrário. Outro conjunto de indicadores, as médias móveis, são utilizadas, por outro lado, para a confirmação de tendências.

Dominância do bitcoin embute ganhos

Um tipo específico de estratégia especulativa fundamentada que se pode fazer é a partir da dominância do bitcoin em relação às altcoins. De uma forma geral, quando a dominância do bitcoin cai, as moedas alternativas tendem a se valorizar. Se a dominância do bitcoin sobe, a tendência é que as altcoins se desvalorizem. Identificar esses movimentos de alta e queda de dominância é uma forma de obter bons lucros. A informação sobre a dominância está no agregador CoinMarketCap.com. Veja no gráfico abaixo a dominância histórica do bitcoin e das principais altcoins.

Arbitragem é oportunidade de ter retorno com bitcoin

Quando falamos de arbitragem, temos no mercado duas estratégias bem conhecidas. A primeira é a arbitragem que pode ser feita entre diferentes países ou entre bolsas (exchanges). Nesse caso, geralmente é feita a arbitragem de preços de um mesmo ativo. Por exemplo, se numa exchange A você tem um bitcoin a US$ 1.000 e na B ele está a US$ 1,1 mil, você pode comprar na A e vender na B e ter um ganho de US$ 100. O mesmo vale para arbitragem entre diferentes países

No entanto, há ainda a arbitragem dentro de uma mesma bolsa crypto. Por exemplo, se for possível identificar uma oportunidade de arbitragem entre diferentes pares de criptomoedas, é possível obter retorno rápido, sem a necessidade de sair do ambiente da exchange. Um exemplo: você compra EOS com dólares tether e em seguida, usa o EOS para comprar BTC. Você fez duas operações, mas na prática você transformou EOS em BTC.

Carlos Franco Russo

head de Investimentos da Transfero Swiss AG

Carlos Franco Russo

head de Investimentos da Transfero Swiss AG

Por exemplo, você compra uma bala na padaria a R$ 2 e depois troca essa mesma bala por US$ 1. Ou seja, você foi capaz de transformar R$ 2 em US$ 1. Ao fazer isso, eu arbitrei, pois se eu for numa casa de câmbio eu vou pagar R$ 4 em US$ 1. Você pode fazer o mesmo com crypto

O head de Investmentos da Transfero Swiss AG, Carlos Franco Russo, exemplifica com uma situação hipotética mais simples. “Por exemplo, você compra uma bala na padaria a R$ 2 e depois troca essa mesma bala por US$ 1. Ou seja, você foi capaz de transformar R$ 2 em US$ 1. Ao fazer isso, eu arbitrei, pois se eu for numa casa de câmbio eu vou pagar R$ 4 em US$ 1. Você pode fazer o mesmo com crypto”, exemplifica Russo. Nesse caso, a bala foi o meio utilizado para a arbitragem. No exemplos das criptomoedas, o EOS foi o meio.

Esse tipo de arbitragem pode, em tese, ser feita por um ser humano. Mas essas oportunidades são quase sempre identificadas por robôs. Normalmente, robôs diferentes competem por essas oportunidades. Por isso, é muito improvável que um ser humano consiga fazer.

Outro tipo de arbitragem que pode ser feita dentro de uma exchange é identificar um padrão de negociação. Um exemplo prático: algumas exchanges mantém robôs que compram e vendem bitcoins para elas mesmas, para dar uma sensação de maior volume negociado. Ou seja, elas lançam ordens de compra e de venda no mesmo valor, não alterando o preço do ativo, mas aumentando o volume negociado.

Nessa situação, se for possível identificar uma oportunidade de compra em um valor menor do que está sendo negociado no momento nessas transações das exchanges, o trader pode lançar uma ordem de compra para casar com a ordem de venda no valor mais baixo. Em seguida, ele pode vender a criptomoeda por um valor mais alto.

No entanto, novamente a má notícia é que um ser humano dificilmente consegue fazer isso a olho nu. É preciso usar robôs que identificam esses padrões e lançam ordens de compra automaticamente quando percebem a oportunidade.

Estratégias da Transfero para obter retorno com bitcoin

A Transfero utiliza algumas dessas estratégias na administração da carteira de seus clientes. Por exemplo, a arbitragem é a única estratégia usada no TSAG Conservative. Já o TSAG Advanced reúne um conjunto de estratégias especulativas e de arbitragem, o que permite ganhos mesmo que o bitcoin caia de preço. Há também uma outra distinção a ser feita entre tipos de estratégia: ativa e passiva

Embora distintas, as estratégias Conservative e Advanced são ativas, pois exigem tomadas de decisão não triviais. Já o TSAG Libra, outro produto da Transfero, segue o que chamamos de uma estratégia passiva, pois as ações do gestor da estratégia são definidas de antemão. No Libra, o mandato é ter uma carteira com as 10 maiores criptomoedas, com 10% de participação cada na carteira. A carteira é rebalanceada mensalmente de acordo com a cotação de cada ativo e de forma que se mantenha a proporção de 10% por ativo na carteira.

A Transfero Swiss AG é uma empresa suíça com foco na administração e gestão de ativos digitais – considerada a mais nova classe de ativos para diversificação de patrimônio. Entre em contato conosco para explicarmos mais detalhes sobre a empresa e nossos produtos. Sabemos o quanto o mercado é dinâmico e queremos te ajudar na alocação que melhor se enquadra ao seu estilo