Depois de a Tesla anunciar, nesta segunda-feira, a compra de US$ 1,5 bilhão em bitcoin, a criptomoeda líder alcançou novo recorde. Assim, a cotação passou dos US$ 44 mil, enquanto o recorde anterior era de pouco mais de US$ 41 mil — no início de janeiro.

No Fala Investidores especial desta semana, Carlos Russo, head de Research and Portfolio Management da Transfero, ressalta que o interesse de investidores institucionais pelo bitcoin já vinha subindo forte. Portanto, a notícia da Tesla reforça a tendência. “É uma excelente notícia para o meio crypto, fortalecendo ainda mais o bitcoin”, afirma Russo no Fala Investidores.

“Com a adoção cada vez maior do BTC pelas principais empresas do mundo, cada vez mais compras de bens e serviços poderão ser feitas utilizando a criptomoeda, tornando o dólar menos relevante com o passar do tempo”, conclui Russo.

Entrada de mais empresas após a Tesla pode levar bitcoin a novo recorde

“A entrada da Tesla já é consequência do efeito Michael Saylor, que foi pioneiro alocando caixa e emitindo dívida para comprar bitcoin na Microstrategy. Com a Tesla, o potencial de gerar uma reação em cadeia aumenta”, avalia Safiri Felix, diretor de Produtos e Parcerias da Transfero Swiss.

“A Tesla alocou em torno de 8% do caixa em BTC, então já podemos vislumbrar o efeito potencial caso Amazon, Apple, Google façam o mesmo com ao menos 1%”, disse o executivo.

A informação da compra dos bitcoins pela Tesla consta de um documento que a empresa enviou à SEC (autoridade de valores mobiliários dos EUA). De acordo com o texto, o objetivo é ter “mais flexibilidade para diversificar mais e maximizar os retornos do nosso capital”.

A respeito da possibilidade de aceitar bitcoin como forma de pagamento, a empresa diz que espera fazer isso “em um futuro próximo”. Contudo, a medida está sujeita “às leis aplicáveis e, inicialmente, em uma base limitada”. Caso esse plano se torne realidade, a Tesla será a primeira grande fabricante de automóveis a receber pagamentos em bitcoin.

A medida ganhou o elogio de Michael Saylor, fundador da MicroStrategy e forte entusiasta do bitcoin. “Parabéns & obrigado a @elonmusk & @Tesla por acrescentarem #Bitcoin à sua folha de balanço. O mundo inteiro vai se beneficiar dessa liderança”, escreveu Saylor.

Recentemente, o fundador da MicroStrategy pediu a Musk que convertesse o balanço da Tesla para bitcoins. Aparentemente, o apelo deu certo.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Ativos alternativos crescem como opções de diversificação de portfólio