O preço do bitcoin enfrentou uma grande desvalorização recentemente no mercado que afetou a mineração de dados na rede do criptoativo. De acordo com o gráfico do CryptoRank, a atividade deixou de ser lucrativa para os mineradores.

Atualmente, o preço do bitcoin é cotado por volta de US$ 20 mil no mercado. No entanto, no dia 18 de junho de 2022 o criptoativo caiu para valores abaixo de US$ 18 mil.

O gráfico do CryptoRank mostra uma relação entre o preço do bitcoin e o custo total para minerar blocos na rede do criptoativo. Assim, com a moeda digital sendo negociada por volta de US$ 20 mil, os ganhos obtidos pelos mineradores servem apenas para cobrir o custo da atividade.

Preço do bitcoin afeta mineração

A mineração do bitcoin deixou de ser lucrativa com a enorme desvalorização do criptoativo nos últimos dias. Além de impactar a atividade, a queda no preço da moeda digital em 2022 afetou ações de grandes mineradoras.

De acordo com a Finbold, as ações de empresas de mineração tiveram um desempenho fraco no mercado em maio, com destaque para o crescimento de ações da Marathon Digital Holding (NASDAQ: MARA) e da Riot Blockchain (NASDAQ: RIOT).

O CryptoRank destaca que a atividade deixou de ser lucrativa nos últimos meses, antes mesmo da última queda do bitcoin. Portanto, essa desvalorização já pode ter afetado alguns mineradores.

“Devido a uma queda significativa no preço do BTC nos últimos meses, a mineração se tornou menos lucrativa. Para alguns mineradores de Bitcoin, pode até não ser lucrativo no momento.”

A mineração de bitcoin sofreu profundas mudanças desde maio de 2021. Naquele mês, a China decidiu proibir a atividade no país, o que reduziu a taxa hash pela metade.

A rede Bitcoin se recuperou rapidamente da restrição chinesa, com os Estados Unidos assumindo a liderança entre os países que mais mineram o criptoativo no mundo.

A queda na taxa hash do bitcoin em 2021 beneficiou os usuários que permaneceram na rede, aumentando o lucro com a atividade em um momento de grande valorização do criptoativo no mercado. Mas, com a recente desvalorização do bitcoin, a atividade deixou de ser lucrativa para os mineradores.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.