O presidente da França, Emmanuel Macron, reconheceu recentemente o grande potencial do metaverso. Ele disse que a tecnologia pode impactar setores como cultura e lazer.

Além do metaverso, Emmanuel Macron falou sobre a Web3, um conceito que inclui criptoativos, NFTs e novas tecnologias como a blockchain. Ou seja, Emmanuel Macron acredita que políticas públicas não devem ser propostas sem considerar o metaverso.

Como exemplo, o presidente da França citou o uso do metaverso para shows musicais e exposições. Além disso, Macron pretende aprovar uma proposta legislativa voltada para tokens não-fungíveis (NFTs).

Metaverso pode promover cultura

Nos próximos anos, o metaverso será responsável por promover a cultura e a produção criativa em todo o mundo. Com o crescimento de universos digitais, em 2023 essas plataformas devem movimentar US$ 800 bilhões no mercado.

Sendo assim, Emmanuel Macron reconheceu o potencial do metaverso e pretende apoiar iniciativas culturais e de lazer desenvolvidas em universos digitais. Para ele, a França e a Europa devem propor um mercado unificado para o setor.

Macron destacou ainda como a Web3 deve impactar o setor de inovação tecnológica. Portanto, o presidente francês defende que esse conceito é uma grande oportunidade da Europa se transformar em líder no desenvolvimento de iniciativas da Web3.

Há um mês, Macron foi reeleito na França e o país quer adotar uma posição de neutralidade no que diz respeito às legislações apresentadas pela Europa para o mercado cripto.

Recentemente, o grupo de países aprovou um regulamento para o setor. No entanto, o presidente francês sugere que a Europa deve seguir a França, permitindo um equilíbrio entre os interesses da regulação e o desenvolvimento tecnológico.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.