Enquanto o bitcoin luta para manter o suporte de US$ 42 mil nesta sexta-feira (7), uma previsão do Goldman Sachs aponta o que falta para o criptoativo alcançar US$ 100 mil.

De acordo com o banco de investimentos americano, o bitcoin precisa absorver o mercado do ouro, transformando-se em uma reserva de valor. O criptoativo precisaria absorver cerca de 50% da capitalização total do metal precioso.

Segundo o banco, a capitalização do Bitcoin deverá se expandir nos próximos anos, com o aumento da adoção de criptoativos no mundo.

“(O bitcoin crescerá como) um subproduto da adoção mais ampla de ativos digitais e, possivelmente, devido a soluções de dimensionamento específicas do Bitcoin.”

Atualmente, a capitalização do criptoativo corresponde a cerca de 20% da capitalização total do metal precioso.

Segundo a análise, o Bitcoin pode ter aplicações além de simplesmente uma ‘reserva de valor’, e os mercados de ativos digitais são muito maiores do que o Bitcoin. Seguindo as características únicas do BTC e sua escassez digital progradama, o banco considera que comparar sua capitalização de mercado com o ouro pode ajudar a estabelecer parâmetros sobre resultados plausíveis para os retornos do Bitcoin.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.