As mínimas anuais do bitcoin registraram forte crescimento em reais 2020. De acordo com dados compilados pelo PanoramaCrypto, a mínima do bitcoin em 2020 foi de R$ 24.645. O valor supera em 97% a mínima de 2019, de 12.507. Com isso, o indicador volta a crescer depois de ter permanecido nos mesmos patamares entre 2018 e 2019.

As mínimas anuais do bitcoin são o menor preço atingido pela criptomoeda líder a cada ano. Esse indicador é considerado importante pois é uma forte representação das resistências de cada ano. Ou seja, o patamar que dificilmente é rompido mesmo nos momentos de crise do mercado.

Uma visão histórica das mínimas anuais revela também os enormes ganhos de preço do bitcoin desde o início da sua história e um possível aumento na quantidade de “holders”. Em outras palavras, pessoas que não se desfazem da criptomoeda aguardando que um dia ela seja mainstream ou que tenha uma forte valorização.

Mínimas anuais do bitcoin em reais nos outros anos

Em 2019, a mínima anual do bitcoin ficou praticamente igual à mínima do ano anterior, com uma queda de 0,33%. No entanto, levando em conta as cotações históricas em reais, o BTC acumula um crescimento médio de 107,33% ao ano desde 2013. Além disso, 2015 e 2019 foram os únicos anos em que a mínima histórica ficou abaixo da mínima do ano anterior. Nos dois anos seguintes a 2015, por exemplo, as mínimas do bitcoin subiram 243,94% e 60%, respectivamente.

Veja as mínimas históricas do bitcoin em reais, de acordo com dados do CoinGeko.

AnoMínimaVariação
2020R$24.64597,05%
2019R$12.507-0,74%
2018R$12.599,53402,43%
2017R$2.50874,27%
2016R$1.439218,27%
2015R$452,11-43,43%
2014R$799,18434,00%
2013R$149,66#DIV/0!

Gráfico com as mínimas anuais do bitcoin em reais

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Ativos alternativos crescem como opções de diversificação de portfólio