Mais uma voz importante se levanta contra a libra do Facebook

Mais uma voz importante se levanta contra a libra do Facebook

John McAfee, fundador da McAfee, acredita que a libra vai contra o que ele prega sobre privacidade e liberdade nas transações e faz severas críticas em sua conta no Twitter

Mais uma voz importante se levanta contra a libra do Facebook

Por Redação

Lançada recentemente pelo Facebook, a stablecoin libra está gerando opiniões controversas. Enquanto muitos encararam a nova criptomoeda com bons olhos, outros tecem críticas ao modelo. Esse é o caso de John McAfee, programador de computadores britânico e fundador da empresa de segurança online McAfee. Ele acredita que a libra vai contra o que ele prega sobre privacidade e liberdade nas transações. 

Isso porque o Facebook é amplamente criticado em todo o mundo por utilizar informações privadas de seus usuários. Assim, acabou se tornando um inimigo natural de um libertário como McAfee. Por isso, ele considera um sacrilégio que o Facebook esteja ingressando no mercado de criptomoeda, que tem como característica a liberdade.

O executivo fez as declarações em sua conta no Twitter. “A libra é uma distorção grotesca da intenção original da criptomoeda, que é a liberdade econômica. É uma implementação maliciosa da identidade digital – nosso número de rastreamento. O Facebook diz que a identidade digital é um pré-requisito. Não! O mercado de moedas de privacidade anônimas, que movimenta US$ 7 bilhões, desmente”, destacou McAfee na rede social.

Com sua afirmação, McAfee defende que, ao lançar uma moeda que não é descentralizada, o Facebook está possivelmente corrompendo o propósito fundamental dos criptoativos. Porém, McAfee não é o primeiro é se manifestar contra a libra. Nomes como Joe Kernen, âncora na CNBC, questionam se a moeda merece o título de “cripto”.

Controvérsias

Apesar de McAfee preferir as moedas que garantem mais privacidade, as mesmas esbarram em alguns entraves, como a volatilidade. Foi nesse contexto que a libra foi criada. O objetivo do Facebook é justamente enfrentar esses problemas.

Sabe-se que provavelmente o governo não aceitará completamente um meio de troca que seja totalmente impossível de rastrear. Por isso, o Facebook está observando e agindo para garantir aprovações nas questões regulatórias no futuro.

Por outro lado, o governo Trump já mandou sinais claros de que vai endurecer contra libra. Além de tuítes dos presidente Trump, seu secretário de Tesouro também reafirmou que não vê com bons olhos a criptomoeda do Facebook, muito menos os demais ativos.