A Lightning Labs criou um novo sistema que é uma espécie de DeFi (finanças descentralizadas) para o bitcoin. O novo produto da criadora da Lightning Network (LN), ganhou o nome de Lightning Pool.

Com o novo produto, é possível aos operadores comprarem a liquidez necessária para fazer as operações. Assim, garante-se o funcionamento da rede de maneira mais fluida.

Além disso, surge uma nova forma de ganhar dinheiro dentro da LN. Os operadores que querem disponibilizar liquidez podem participar de leilões para decidir o destino de seus recursos. Deste modo, é possível direcionar a liquidez para as áreas de rede com maior necessidade naquele momento, explica a empresa em seu blog.

DeFi do bitcoin deixa a rede mais resiliente

Já os usuários que precisam de liquidez participam dos leilões para escolher os melhores canais de onde podem comprar aquele valor.

O melhor uso dos recursos “melhora a rede como um todo”, analisou Ryan Gentry, chefe de Business Development da empresa em outro post de blog. E essa melhora a torna “mais confiável e resiliente para todos”, conclui.

A comparação do o DeFi se deve ao fato de que, neste tipo de rede crypto, os protocolos costumam pagar a quem gera liquidez para as exchanges ou plataformas de empréstimos.


O que é a Lightning Network?

Elizabeth Stark, cofundadora da Lightning, explicou o que é o LN em artigo no Coin Center. “Imagine se todo computador tiver que armazenar todos os e-mails para receber algum. É assim que os blockchains funcionam”, escreveu Stark.

Mas a Lightning Network muda isso ao permitir “que os computadores façam transações de blockchain armazenando apenas a informação que interessa — o dinheiro deles”.

Assim, a LN é um protocolo para dar escala e mais velocidade às blockchains. E, apesar de ter sido criada para resolver algumas limitações do bitcoin, “pode ser implementada sobre qualquer blockchain”.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Quer saber mais sobre o mercado crypto?