Finanças devem ter regras consistentes e neutras quanto à tecnologia, que protejam as pessoas de fraudes, independentemente de os ativos estarem em um balanço patrimonial ou em um registro distribuído. A opinião é de Janet Yellen, secretária do Tesouro dos EUA, que defendeu, em discurso na American University, a regulamentação de criptoativos no país. 

Na visão da secretária, a regulação é essencial para o desenvolvimento do setor, e não uma barreira. “Os ativos digitais podem ser novos, mas muitos dos problemas que eles apresentam não são. Aproveitamos os benefícios da inovação no passado e também enfrentamos algumas das consequências não intencionais”, disse Janet Yellen, segundo o The Block, referindo-se a questões como evasão fiscal e finanças ilícitas. 

Stablecoins devem ser emitidas por instituições depositárias seguradas

No entanto, apesar da visão favorável ao mercado cripto, Yellen reforçou os resultados de um relatório do Tesouro (PWG), divulgado no ano passado, que considera que “stablecoins trazem preocupações significativas do ponto de vista da proteção do investidor e da integridade do mercado”.

Esse documento recomenda que o Congresso americano crie leis que limitem os emissores de stablecoins. “Para lidar com os riscos, a legislação deve exigir que os emissores de stablecoins sejam instituições depositárias seguradas, que estão sujeitas à supervisão e regulamentação apropriadas”, diz o relatório.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.