Plataforma permite investir em carros colecionáveis

Plataforma permite investir em carros colecionáveis

Uma plataforma inovadora permite a qualquer pessoa investir em carros colecionáveis e passar a fazer parte de um multi-bilionário clube de investidores

Plataforma permite investir em carros colecionáveis

Por Redação

Já pensou se você pudesse ter uma Ferrari F12tdf e fazer parte de uma indústria multi-bilionária de carros colecionáveis. E se dissermos que você já pode? Que não é mais necessário ser um super-rico para investir em carros colecionáveis?

Bem, talvez você não consiga dirigir esse carro. Mas uma plataforma chamada CurioInvest permite que você seja dono de uma fatia dele e faça parte de um seleto clube de investidores que compra e vende carros colecionáveis como ativo de investimento. A CurioInvest foi uma das empresas participantes do Crypto Valley Conference, realizado na última semana de junho.

A compra de pedaços desses carros se dá por meio da aquisição de security tokens, cujo preço varia de acordo com a “cotação” desses carros no mercado. Os recursos são usados para comprar de fato o carro para futura revenda. Os detentores dos tokens ganham o direito de receber os lucros da revenda do veículo.

O investidor pode diversificar seus investimentos comprando tokens de diferentes carros de luxo. Dessa forma, pode ainda, montar a garagem dos seus sonhos, nem que ela seja feita apenas de uma representação criptografada do ativo real.

Investir em carros colecionáveis é uma realidade

A empresa tem uma equipe de experts em carros colecionáveis que escolhe os modelos para compra. Eles avaliam carros com potencial de valorização ao longo do tempo. O investidor interessado compra o token e passa a deter uma fatia desse carro. Toda a informação histórica do veículo fica à sua disposição.

O ativo tem liquidez. Por exemplo, se o investidor que comprar o token quiser sair do investimento antes de o carro correspondente ser vendido, ele pode negociá-lo com outra pessoa. O preço de venda será proporcional ao valor de mercado do veículo no momento da transação. Quando os carros atingem uma valorização de 20%, são automaticamente vendidos e os lucros vão para os detentores do token. A empresa fica com uma fee de 25% dos lucros.

Alguém pode se perguntar se, de uma forma geral, os carros não se desvalorizam ao longo do tempo. É verdade, a maior parte dos carros tem depreciação no valor. Mas segundo a empresa, carros raros colecionáveis tendem a subir de valor e não cair. Segundo a empresa é um dos ativos que performam melhor em termos de valorização.

A má notícia é que, apesar de ser dono de uma parte do veículo, você não pode dirigi-lo.  Se animou em comprar? Compartilhe a notícia contando se você investiria em um carro raro e por que.