No período compreendido entre abril de 2018 e março de 2021, o fundo de investimento gerido pela BLP, o Genesis Block Fund, obteve retorno de 472% (78% anualizado). Seu drawdown máximo – medida do declínio de um pico histórico –  foi de 75%. Já o fundo Hashdex 100, que replica o Nasdaq Crypto Index (NCI) obteve retorno de 607% (223% anualizado) entre julho de 2019 e março de 2021.

A análise é do Head of Asset Management da Transfero, Lucas Xisto, que comparou ambos fundos com o desempenho de duas carteiras administradas da empresa, Advanced e Libra. “As carteiras administradas da Transfero mantêm a boa performance, quando comparadas ao mercado de fundos de investimento em ativos digitais brasileiro”, avaliou.


O NCI é um índice desenvolvido pela gestora brasileira Hashdex em parceria com a Nasdaq para representar o mercado de criptoativos. Já o fundo Genesis Block Fund tem como objetivo investir em uma carteira diversificada de ativos digitais com ênfase nos maiores protocolos e superar o Índice de Criptos da Bloomberg Galaxy (BGCI).

Advanced e Libra mostram bom desempenho

Segundo o especialista, no mesmo período de análise do Genesis Block Fund, o Advanced apresentou menor risco, com um drawdown máximo de 46%. O retorno, por sua vez, foi de 956% (119% anualizado). 

Lucas explica que a carteira administrada Advanced utiliza as mais diversas ferramentas de apoio à decisão, com metodologias fundamentalistas e quantitativas de investimento. “Nós prospectamos os projetos mais promissores no universo de ativos digitais e, conjuntamente, utilizamos ferramentas que detectam ineficiências neste mercado que nunca dorme”, disse.


Já a carteira administrada Libra é passiva, exposta ao mercado de ativos digitais, assim como o Hashdex 100. Na mesma janela de tempo analisada do fundo de investimento, Libra obteve retorno de 859% (288% anualizado). “O resultado decorre da proposta de rebalanceamento periódico das 10 criptomoedas com maior capitalização do mercado, segundo dados do CoinMarketCap”, afirmou. 

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.