A plataforma de criptomoedas FTX está de olho no patrocínio do time da NBA, desbancando a American Airlines, e negociando a mudança de nome do estádio Miami Heat com o condado de Miami-Dade, a quem o estádio pertence.

A notícia foi divulgada pelo Miami Herald, que informou que, além de o fato ter sido confirmado por várias fontes, o registro do domínio ftxarena.com já foi feito, além da criação de contas em nome de FTX Arena no Instagram e Facebook eTwitter.

Se a negociação for concretizada, o estádio de Miami se tornará o primeiro local da NBA vinculado a criptomoedas. Assim, a mudança possibilitaria compras de mercadorias e ingressos usando moedas digitais, da mesma forma que o Dallas Mavericks, do Texas.

O acordo, de US$ 135 milhões, prevê a destinação dos recursos do patrocínio ao combate à violência armada e redução da pobreza.

Vale lembrar que, recentemente, a prefeitura de Miami anunciou que planeja implementar pagamentos em bitcoin, que poderiam ser utilizados em transações nos serviços públicos.

Expansão dos criptoativos

Nos últimos tempos, várias empresas de criptoativos têm se aproximado das áreas de esporte e cultura, como estratégia para popularizar a criptografia. Uma das situações que mais tem chamado a atenção no mercado são os NFTs (Tokens Não Fungíveis), que revolucionaram a forma de negociar obras de arte, música e conteúdos audiovisuais.

O ativo digital chiliz (CHZ), por exemplo, criou vários NFTs para times esportivos populares, como Barcelona e Juventus

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.