O valor do ether (ETH), a criptomoeda da blockchain Ethereum, bateu seu recorde na terça-feira (19/01), poucos dias após sua última máxima completar três anos. No pico do dia, a cotação do ETH chegou aos US$ 1.439,33; contra US$ 1.432,88 de 13 de janeiro de 2018, segundo o Coindesk. No fim da noite, a alta perdeu um pouco de força, mas, ainda assim, o ETH subia 11,45% em 24 horas.

O novo recorde da criptomoeda do Ethereum vem pouco após a alta do bitcoin fazer com que a criptomoeda líder batesse a máxima de market cap e, em seguida, a de preço. E esta última já foi ultrapassada novamente este mês, quando o bitcoin chegou aos US$ 40 mil. Na última semana, contudo, a criptomoeda líder viveu dias de correção, um movimento que afetou também o ETH e adiou em alguns dias o novo recorde.

Recorde é boa notícia após 2020 de lentidão no Ethereum

O Coindesk também ressalta o desempenho do ether na comparação com o bitcoin este ano. Enquanto o bitcoin subiu 27% desde o início de 2021, o ETH se valorizou 92%. Claro que a grande diferença entre os valores dos dois tokens também influencia.

De qualquer maneira, a alta é uma boa notícia para o Ethereum, que viu sua rede ficar lenta e com custo de operação alto em 2020. Porém, já começou o processo de ativação dos estágios para a adoção Ethereum 2.0. Assim, o Ethereum começa a pôr em ação atualizações de sua rede que visam a deixá-la mais rápida, escalável e barata. Além disso, espera-se que as mudanças deixem a blockchain mais segura e descentralizada. As últimas fases devem entrar em funcionamento entre o fim deste ano e o começo de 2022.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.