Vamos viver finalmente a era do bitcoin? Relatório do Citi GPS, braço de inovação do Citigroup, afirma que o bitcoin deixou para trás o passado em que era visto como um “aspirante a ativo de investimento” e pode estar perto de um movimento de adoção massiva. O texto confirma a tese de investimentos da Transfero de que o ativo é uma proteção contra a inflação.

O documento destaca que os investidores são atraídos pelo seu reconhecido papel de “ouro digital”, devido à sua escassez. Além disso, menciona que aprimoramentos específicos para serviços de câmbio, comércio, dados e custódia estão aumentando e sendo renovados para acomodar as necessidades dos investidores institucionais.

Bitcoin: a moeda na era digital

O estudo diz ainda que inovações disruptivas requerem cada vez menos tempo para se terem adoção massiva. Foram 50 anos até o telefone chegar a 50 milhões de usuários. 22 anos para a televisão, sete anos para a Internet e apenas 19 dias para o Pokémon Go.

O relatório ainda observa as vantagens do uso bitcoin para pagamentos globais e estimulá-lo a se tornar moeda de escolha para o comércio internacional, embora hoje as stablecoins cumprem muito melhor esse papel.

Entre os riscos, o Citi menciona que as oportunidades são maiores do que os riscos e que o bitcoin está em um ponto de inflexão.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Ativos alternativos crescem como opções de diversificação de portfólio