Recentemente, a Transfero protagonizou, em parceria com a marca de energéticos Red Bull, a primeira premiação em criptomoedas de um campeonato de surfe, com o uso do BRZ. No entanto, os criptoativos estão sendo utilizados em outras áreas da economia, seja para compra de imóveis, seja para a negociação de obras de artes ou até em uma situação de guerra, como no conflito entre Rússia e Ucrânia.

Veja outras áreas onde as criptomoedas estão sendo utilizadas de forma pioneira.

Financiamento de imóveis

A diarista Docelina de Barros, de 49 anos, conseguiu financiamento de uma casa de R$129 mil utilizando um token não fungível (NFT). Apoiada pela netspaces, Docelina usou o próprio imóvel como garantia e anexou a matrícula da propriedade a um NFT. Com esse documento digital, a diarista conseguiu comprovar a renda necessária para financiar uma nova casa na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Viagens

As criptomoedas e a tecnologia blockchain estão começando a ter um impacto no setor de viagens. Muitas agências agora aceitam bitcoin (BTC) e outros criptoativos como pagamento, com algumas até oferecendo descontos para clientes que pagam em cripto. Recentemente, a agregadora de exchange descentralizada 1inch Network anunciou uma parceria com a plataforma de reservas de viagens Travala.com, que permitirá que os usuários paguem por suas reservas de hotéis com criptomoedas.

Criptomoedas nas cidades

Miami, Nova Iorque e Rio de Janeiro têm uma coisa em comum: o bitcoin. As três cidades já possuem ou estão com projetos para colocar os criptoativos em suas carteiras de serviços para os cidadãos, dando o norte de como eles podem ser usados pelos municípios.

Mais do que apenas uma forma digital de pagamento, eles também podem ser utilizados pelas cidades como títulos, possibilitando emissão de criptomoedas e ativos em cripto. E é o caso das três cidades citadas, que já estão experimentando como transformar os criptoativos em receita extra.

A prefeitura do Rio de Janeiro, por exemplo, vai investir em criptoativos e criar uma moeda digital, a “CariocaCoin”. Além disso, o município já faz estudos para criar NFTs de patrimônios culturais e para colocar a cidade maravilhosa no metaverso.

Plataformas de apostas

plataforma de aposta
É fato que as plataformas de apostas explodiram recentemente e diversas delas patrocinam times de futebol brasileiros. E muitas delas aceitam criptomoedas como forma de pagamento, entre elas a Sportsbet.Io, que tem o ex-jogador Denilson como garoto propaganda, e está integrada à Metamask, carteira voltada para tokens da Ethereum. Outros exemplos são a Cloudbet e a Thunderpick.

Alternativa na guerra

As criptomoedas estão sendo utilizadas também no contexto geopolítico mundial. Desde o início da guerra na Ucrânia, o país do leste Europeu já recebeu milhões de dólares em criptoativos, segundo levantamento divulgado pela empresa britânica Elliptic, maior especialista em análise de moedas digitais do mundo.

Do outro lado, a Rússia vem utilizando os criptoativos para realizar transações como uma forma de driblar as sanções impostas pelos países ocidentais ao seu sistema econômico.

A Rússia enxerga nas criptomoedas uma alternativa para realizar transações financeiras, sem a necessidade de integração com sistemas globais e o uso de moedas como o dólar, por exemplo. Por meio das moedas digitais, o país consegue efetuar a compra e venda de produtos.

NFTs para venda de obras de arte

Os NFTs vêm sendo utilizados para a venda de obras de arte digitais — e até físicas. Embora o hype dos tokens não fungíveis já tenha reduzido um pouco, vendas milionárias de obras de arte digital têm ocorrido com o uso da tecnologia.

Coleções como Bored Ape Yacht Club, CryptoPunks e Azuki são algumas das protagonistas do fenômeno que tomou conta do mundo todo durante a pandemia de coronavírus, onde as interações se tornaram ainda mais digitais. Com isso, tornou-se comum utilizar criptomoedas para comprar certificados digitais, e os NFTs viraram as fotos de perfil de muitas pessoas nas redes sociais, principalmente famosos.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.