Enquanto o preço do bitcoin se aproximava de US$ 67 mil, o mercado de criptoativos chamou a atenção de Daniel Ivascyn, CIO da Pimco, conhecida como o “titã da renda fixa”.

Considerada a maior gestora de títulos públicos do mundo, a Pimco sinalizou que pode considerar investimentos em criptoativos. Com mais de US$ 2,2 trilhões custodiados, a empresa avalia investir no mercado crypto.

De acordo com entrevista para o CNBC, Daniel Ivascyn comentou que a gestora planeja negociar certas criptomoedas, sem revelar quando esse investimento será iniciado. A gestora de fundos deve seguir as tendências e estratégias de diversificação envolvendo criptoativos.

“Agora, estamos olhando para potencialmente negociar certas criptomoedas como parte de nossas estratégias de acompanhamento de tendências ou estratégias quantitativas, e então fazer mais trabalho no lado fundamentista”, afirmou Ivascyn.

Ele disse ainda que o investimento em criptoativos da Pimco acontecerá de forma gradual. Além disso, a gestora afirmou que inicialmente será preciso conversar com os investidores sobre o processo de exposição às moedas digitais, que será conduzido a “passos de bebê”.

“Portanto, este será um processo gradual no qual passamos muito tempo no lado da diligência interna falando com os investidores. E daremos passos de bebê em uma área que está crescendo rapidamente”, acrescentou.

Ao falar sobre algumas estratégias de investimentos no mercado crypto, Daniel Ivascyn sinalizou que a Pimco deve atuar no mercado de contratos futuros.

“Estamos negociando de uma perspectiva de valor relativo. Portanto, não estamos assumindo exposição direcional, mas estamos procurando tirar proveito dos erros de precificação entre o mercado à vista e os contratos futuros”.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.