A blockchain Terra anunciou, na tarde de 12 de maio, a interrupção da produção de novos blocos, com o objetivo de prevenir ataques e reduzir os danos da queda do preço de seu token (LUNA), cujo valor chegou a praticamente zero – caindo de cerca de US$ 120 no início de abril para algo entre US$ 0,01 e US$ 0,02.

Isso aconteceu depois que a stablecoin UST perdeu a paridade com o dólar. Em função disso, ela parou de ser comprada e o tokens de LUNA começaram a inflacionar – ou seja, perder valor.

O anúncio de desligamento foi feito pela conta da UST no Twitter, da Terraform Labs, que informou a interrupção no bloco 7603700. Com isso, as transações com UST, LUNA ou outras criptomoedas da Terra deixaram de ser processadas. Mas, pouco depois do desligamento, a Terraform anunciou que a blockchain seria reiniciada. Segundo a empresa, o procedimento será coordenado pelos validadores da rede.

O que aconteceu com a Terra?

Desde o início da semana (9 de maio), a stablecoin UST, que funciona por algoritmo, caiu de preço, perdendo a paridade com o dólar. Isso trouxe uma enorme desvalorização da LUNA e impactou também outras moedas, como o bitcoin. Como parte de um esforço para reduzir a pressão de venda, a Terraform emitiu mais de 1 bilhão de LUNAs como oferta circulante nos últimos dias.

O fato preocupou o mercado e os Estados Unidos, inclusive, reforçaram a importância de regulação de stablecoins. Para a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, o colapso ilustra os riscos e, por isso, é fundamental que existam regras que tragam segurança aos usuários.

Hoje, pouco antes de interromper a produção, a equipe responsável pelo ecossistema Terra apresentou, no Twitter, um plano com três medidas emergenciais, que incluíam a queima do UST restante no pool da comunidade, a queima de qualquer UST que existir no Ethereum e o staking de US$ 240 milhões em LUNA para proteger o projeto de um ataque de governança. 

No entanto, nenhuma das medidas foi adotada e a produção acabou interrompida. Dentre as razões estão o fato de que não havia liquidez suficiente de LUNA para apoiar o mecanismo de emissão e queima, capaz de levar a UST de volta à paridade com o dólar. 

Assim, a Terraform Labs reiniciou a Terra após uma atualização de software. Segundo a página YouBit, a blockchain deve passar por um hard fork. 

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.