Como as criptomoedas foram parar dentro do Bank Frick

Como as criptomoedas foram parar dentro do Bank Frick

Em entrevista, Mauro Casellini, head de blockchain do Bank Frick conta como levou as criptomoedas para dentro de uma instituição financeira tradicional

Como as criptomoedas foram parar dentro do Bank Frick

Por Redação

Mauro Casellini, head de blockchain do Bank Frick, conta em entrevista ao PanoramaCrypto como levou as criptomoedas e a blockchain para dentro de um banco tradicional. De acordo com o executivo, o banco tem como foco o empreendedorismo e acredita que é necessário correr riscos para obter retorno.

Ele explicou como a empresa começou a investir nesse mercado até se tornar um dos players mais importantes no setor bancário na Europa. Casellini falou ainda que o banco atua com uma espécie de cruzamento financeiro, onde tudo funciona em conjunto, desde a gestão de ativos até o setor de pagamentos.

Confira a entrevista na íntegra: