Comece por aqui

O essencial para quem está chegando no universo crypto

Perguntas Frequentes

Criptomoedas ou criptoativos são meios de troca descentralizados e digitais que se utilizam da tecnologia blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda.

A blockchain é uma tecnologia de registro distribuído que usa a descentralização como principal medida de segurança. Essas redes funcionam como um livro-razão contábil público, compartilhado e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes, ou seja, sem o intermédio de terceiros. Essa tecnologia viabiliza transações financeiras entre duas partes com ativos digitais representados por tokens.

DeFi é a sigla para decentralized finance ou, em português, finanças descentralizadas. DeFi é a utilização de tecnologias como a blockchain, smart contractsstablecoins e outras, para descentralizar produtos financeiros. Essas tecnologias estão permitindo a criação de exchanges totalmente descentralizadas, cujas transações são todas viabilizadas por smart contracts.

Diferente de uma criptomoeda, que serve apenas como meio de troca, um token armazena níveis mais complexos de valor. A principal diferença para uma criptomoeda é a sua utilidade. Por exemplo, eles podem ser usados como moeda dentro de contratos inteligentes ou aplicações descentralizadas.

Sem sombras de dúvidas, não. Suas características de transparência, descentralização e segurança fazem com que ela passe longe disso. O que acontece é que alguns projetos de pirâmide financeira usaram criptomoedas como pano de fundo para seus esquemas (mas muitos usam dinheiro comum também). Um esquema de pirâmide acontece quando a remuneração de um investimento financeiro é paga a partir da entrada de novos investidores e não do rendimento do ativo em si. Não é isso que acontece com o bitcoin. A valorização dele acontece pela oscilação do mercado, pela demanda e pelo número limitado de moedas.

O principal objetivo dos smart contracts é permitir a negociação de contratos entre totais desconhecidos com alto grau de confiabilidade.  Como num contrato comum, em papel, as duas partes têm de obedecer às disposições e cláusulas. Os smart contracts viabilizaram a criação das exchanges descentralizadas.

O BRZ é um token ERC-20 (negociável) desenvolvido na blockchain da Ethereum. Por meio de um smart contract, ele guarda uma relação de um para um com o real brasileiro. Ele permite que brasileiros acessem o mercado internacional de criptomoedas sem precisarem se expor à volatilidade de curto prazo delas. Além disso, atrelado às soluções de digital payment da Transfero, permitem que empresas internacionais acessem o mercado brasileiro possibilitando que usários transfiram recursos diretamente de suas contas bancárias para essas plataformas.

NamePrice24H (%)
Bitcoin (BTC)
R$72,437.32
0.37%
Ethereum (ETH)
R$2,289.80
-0.84%
XRP (XRP)
R$1.43
-0.20%
Litecoin (LTC)
R$308.75
2.22%
EOS (EOS)
R$14.77
-0.50%