Um dos dramas de quem trabalha com imagens é descobrir a procedência do material que é utilizado. A News Provenance Project, uma plataforma online, promete ajudar a garantir a procedência das imagens na internet com o uso de uma blockchain. Eles se apresentam como uma iniciativa de colaborar com editores e plataformas para ajudar a combater a desinformação na internet.

De acordo com eles, um grupo de Pesquisa e Desenvolvimento do The New York Times está incubando este projeto, com suporte técnico da IBM. Por meio da pesquisa de usuários e prototipagem técnica, o projeto explora como o contexto pode viajar com o conteúdo visual.

O objetivo do projeto é construir  uma Internet mais transparente, onde a fonte de uma imagem é precisa e confiável. Em parceria com o IBM Garage, a empresa usa a blockchain como uma maneira de armazenar informações contextuais sobre fotos de notícias e assim evita que uma imagem seja associada a outra notícia, ou vice-versa.

A empresa defende que a escolha da tecnologia blockchain para atestar a origem das imagens se deve à sua estrutura de dados, que pode ajudar a manter um registro transparente e imutável das origens de uma foto: quando, onde e por quem foi tirada, quem a publicou e como foi usada em uma rede de organizações de notícias.

Projeto entrará numa nova fase neste ano

A expectativa do grupo é, para ainda esse ano, o lançamento de uma nova fase deste projeto – passando da pesquisa para a execução – para mostrar como uma solução de ponta a ponta pode ajudar os usuários a compartilhar notícias de forma confiável.