O avanço dos criptoativos gerou também a multiplicação das plataformas em que é possível negociá-los. Com tantas opções, o investidor pode ficar perdido entre quais são os melhores sites para negociar suas criptomoedas. Por isso, preparamos uma lista que elenca algumas dessas plataformas, próprias para fazer trading de criptomoedas.

FTX é um dos destaques em trading de criptomoedas

Um dos diferenciais que dão destaque à FTX é possibilidade de manter qualquer criptomoeda como colateral para os trades. Graças a uma parceria com a Transfero Swiss e o BRZ, brasileiros podem acessar a plataforma da FTX de forma simples e direta. Eles podem fazer depósitos e saques na plataforma por meio de um TED ou mesmo do BRZ.

Com relação aos saques, em setembro, a FTX baixou as taxas de saque em reais na plataforma de investimentos em criptoativos (de 0,5% para 0,3%).

Além disso, a FTX opera com uma grande variedades de tokens, entre os quais está o BRZ, a primeira stablecoin lastreada em reais. Outro produto crypto disponível na plataforma são os pares spot e perpétuos de mais de 30 criptomoedas, algo que não estava disponível nas exchanges que atuam no Brasil antes da parceria da FTX com a Transfero.

Plus500

Outra opção para trading de criptomoedas é a Plus500. A empresa foi fundada em 2008 e, hoje, tem em sua plataforma mais de 2 mil ações e ativos. Uma das vantagens é que ela tem licenças de diversas autoridades do setor. Portanto, é possível negociar a partir de vários países.

Uma das opções de investimento no Plus500 são os CFDs de criptomoedas, sigla em inglês para contratos por diferença. Neste tipo de contrato, os ganhos vêm das diferenças entre o preço do ativo no momento da assinatura do contrato e na data em que este termina. Isso porque as partes envolvidas concordam em pagar à outra a diferença entre o preço do ativo no começo e no fim do contrato.

Além disso, uma parceria recente da Plus500 com a empresa alemã BITA permitiu que os usuários do Plus500 ganhassem mais exposição ao mercado por meio do Índice Crypto 10. Enquanto o tradicional S&P 500 inclui 500 ativos negociados no mercado de Nova York, o Crypto 10 é composto pelas 10 principais criptomoedas do mercado. De acordo com o Guia do Bitcoin, estas 10 moedas representam 83% da capitalização do mercado das moedas digitais.

Vale ressaltar que o próprio site da Plus500 alerta que “os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida dinheiro devido ao efeito de alavancagem”. Portanto, a empresa recomenda que o investidor entenda como os CFDs funcionam antes de apostar neste instrumento.

Binance

Maior bolsa de criptomoeda do mundo, a Binance oferece plataformas especializadas para armazenamento, compra e venda destas moedas digitais.

Além disso, a empresa, fundada em 2017, não ficou restrita à plataforma de trading. Ela desenvolveu um blockchain e uma criptomoeda próprios. E, de olho no boom do DeFi, as finanças descentralizadas, ela abriu departamentos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias descentralizadas, lembra o Guia do Bitcoin.

Além da negociação tradicional de moedas, a Binance tem, ainda, a chamada negociação em mercado de balcão (OTC), quando a negociação do preço é feita diretamente entre os negociantes. Outra opção é a negociação de derivados de criptomoeda. Esta modalidade aumenta a exposição dos investidores por meio de posições alavancadas, o que pode aumentar os ganhos — mas também eleva os riscos.

eToro

Fechando a lista está o eToro. A plataforma se destaca porque oferece uma ampla gama de possibilidades de investimento. Além disso, entre as múltiplas opções há métodos para diferentes níveis de experiência, ou seja, ela não é apenas para quem já está no mercado há tempos.

Uma das ferramentas interessantes da plataforma é o Social Trading. Ele permite ao investidor “leigo” ter acesso ao portfólio de outros investidores, que vão servir de referência. Basta abrir a página da ferramenta e pesquisar pelo investidor ou usar um dos filtros disponíveis para reduzir a gama de opções de investidores. Entre os filtros há, por exemplo, o de risco da carteira ou os ganhos. Depois disso, é só selecionar o que parecer mais adequado ao seu perfil. A eToro diz, ainda, que recompensa os investidores “copiados” com uma porcentagem do valor de seus ativos.

Assim como a Plus500, a eToro tem a opção de negócios com CFDs. Mas também oferece portfólios para diversificar os investimentos.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.
Ativos alternativos crescem como opções de diversificação de portfólio