Uma nova pesquisa sobre o mercado cripto mostra que está aumentando a adoção de moedas digitais em todo o mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, 12% da população adulta afirma possuir criptoativos.

A pesquisa foi realizada pelo Federal Reserve, que entrevistou mais de 11 mil pessoas para o estudo sobre adoção de moedas digitais. O resultado foi divulgado pelo Banco Central dos EUA, que afirma que 12% da população do país investiu em criptoativos em 2021.

No entanto, esse número é bem maior no que diz respeito ao conhecimento sobre o mercado cripto. Cerca de 85% dos entrevistados disseram que já ouviram falar de projetos pioneiros como o bitcoin e a rede Ethereum.

Essa é a primeira vez que o Federal Reserve desenvolve uma pesquisa sobre criptoativos nos Estados Unidos. Anteriormente, um estudo do Pew Research Center mostrou que o uso de moedas digitais pode ser maior.

O instituto levou em consideração o uso de criptoativos como forma de pagamento, investimento e negociação. Para a pesquisa do Pew Research Center, que foi realizada em novembro de 2021, 16% dos norte-americanos já tiveram contato com moedas digitais.

Adoção de criptoativos aumenta

Assim como nos Estados Unidos, a adoção de criptoativos está aumentando em vários países, incluindo o Brasil. Com mais de dez milhões de investidores no setor, o país sul-americano representa o quinto maior mercado cripto.

Dados do CoinMarketCap revelam que o Brasil é responsável por movimentar 2% de todo o volume anual do mercado cripto em 2021. No país, o número de usuários que investem em criptoativos já é maior que o número de investidores da bolsa de valores, por exemplo.

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.