Otimista em relação ao futuro do bitcoin, o CEO da exchange Kraken, Jesse Powell, já havia afirmado, em março, que em dez anos o BTC valerá US$ 1 milhão. Em nova declaração, ele destacou acreditar que, até o final do ano, será possível comprar um Lamborghini com 1 bitcoin; em 2022, será possível comprar um Bugatti com a mesma quantia. 

Hoje, nos Estados Unidos, o modelo mais barato da marca custa US$ 2,9 milhões. Isso significa uma alta de mais de 5.000% no preço do bitcoin, atualmente cotado em US$ 58 mil. 

Ethereum e Polkadot também serão valorizados

Em entrevista à Bloomberg, Jesse Powell também afirmou que o Ethereum (ETH) deve crescer, junto ao mercado de NFTs. Em sua avaliação, a moeda poderá chegar a US$ 2 mil no final do ano.

Já para o Polkadot (DOT), ele não arriscou previsão, embora acredite em alta. “Muitos desenvolvedores que estavam no Ethereum estão sendo atraídos para Polkadot, pelas taxas de transação mais baixas”, disse.

Segundo ele, se os Estados Unidos continuarem imprimindo grandes quantias de papel-moeda, a valorização das criptomoedas será inevitável. “O bitcoin está caminhando para o infinito”, afirmou. 

Caso tenha algum comentário ou contribuição para o PanoramaCrypto, entre em contato com a nossa Redação.